Geração de Energia Solar Fotovoltaica
Blog >> Materiais Elétricos>> Certificação para LEDs: Obrigatoriedade!

em 07/02/2016

VOLTAR
Compartilhe nas redes sociais:   Facebook Twitter Google

Lâmpada led

Leds com dispositivos integrados à base devem possuir selo do Inmetro para serem comercializadas no Brasil, segundo definem as portarias do Inmetro em vigência desde março de 2015.

A certificação compulsória enquadra as lâmpadas de led, com dispositivo integrado à base, em 127V e /ou 220V, em corrente alternada de 60Hz, ou em corrente contínua, excetuando-se as lâmpadas de led coloridas, RGB, decorativas coloridas e o Organic Light Emiting Diode (Oled).

A pretensão é avaliar a segurança, eficiência energética e também a durabilidade com critérios que vão analisar os compostos das lâmpadas de forma isolada, atestando a veracidade de informações fornecidas pelos fabricantes.

A medida fornece ao mercado prazos para que as empresas façam adequações às normas estabelecidas nos documentos. Caso eles não sejam cumpridos, as mesmas ficarão sujeitas às penalidades previstas em lei.

Prazos de adequação à certificação conforme a Portaria nº 144

Fabricação e Importação Até 13 de dezembro de 2015 para conformar seus produtos.
Comercialização por fabricantes e importadores Em 13 de Junho de 2016 serão iniciadas as vendas das lâmpadas de led certificadas.
Varejistas e Atacadistas Em 13 de março de 2017 terão início as vendas de lâmpadas de led certificadas.
Varejistas e Atacadistas (micro e pequenas empresas) Em 13 de setembro de 2017 começarão as vendas de lâmpadas de led certificadas.

Certificado para Lâmpadas de LED

Que as lâmpadas de led são o futuro da iluminação não é novidade, por isso tal iniciativa deverá aquecer bastante o segmento no Brasil.

Veja também:

Siga a EIMA nas redes sociais:

     

Produtos em: Materiais Elétricos